Alívio da dor – osteopatia
A osteopatia baseia-se na crença de que a maior parte das doenças está relacionada com problemas do sistema musculoesquelético e que a estrutura e função do corpo são inseparáveis.
O sistema musculoesquelético é composto dos músculos, ossos e tecidos moles, como cartilagem, tendões e ligamentos. Todas essas estruturas estão interligadas e formam a estrutura do corpo. Nervos originários na medula espinhal criam uma rede importante em todo o corpo e estão fortemente ligados à estrutura musculoesquelética.
Nos Estados Unidos, doutores em osteopatia (DOs) recebem o mesmo treinamento básico que doutores em medicina (MDs). No Brasil, a osteopatia ainda está sendo regulamentada. DOs também aprendem sobre terapias de manipulação (praticam ajustes manuais dos músculos, ossos e ligamentos), usando-as juntamente com tratamentos médicos mais convencionais.
Apesar de as manipulações osteopáticas terem sido originalmente destinadas e utilizadas para tratar todas as formas de doença, atualmente elas são principalmente consideradas úteis para as doenças musculoesqueléticas.
COMO A OSTEOPATIA FUNCIONA?
Nervos longos ligam a coluna a vários órgãos do corpo. De acordo com Andrew Taylor Still, o fundador da osteopatia, quando surgem problemas na coluna vertebral, os nervos enviam sinais anormais para os órgãos do corpo. Além disso, ele denominou estes problemas de coluna como “lesões osteopáticas” (“osteo” para o osso e “pática” para doente) e concebeu técnicas de manipulação osteopática (OMTs) para tratá-las. Essas lesões são detectadas pelo osteopata a partir da textura anormal da pele e de outros tecidos moles do corpo, bem como a partir da restrição de movimento nas articulações.
OMTs variam de uma leve pressão sobre os tecidos moles a pressões de alta velocidade sobre as articulações. Estes tratamentos, acreditava ele, retornariam os nervos à sua função normal e permitiriam que o sangue fluísse livremente por todo o sistema circulatório. Still teorizou que, com a estrutura restaurada, os próprios poderes de cura naturais do corpo poderiam, então, restaurar todo o corpo para a saúde integral.
O QUE ACONTECE DURANTE UMA VISITA A UM OSTEOPATA?
O osteopata fará perguntas sobre seu histórico médico, condição física e estilo de vida. No entanto, como os osteopatas têm especialização no sistema musculoesquelético em particular (ou seja, ossos, articulações e tecidos moles, como ligamentos e tendões), o exame desse sistema do corpo provavelmente será mais extenso.
Durante a avaliação física, o osteopata avaliará sua postura, coluna e equilíbrio, verificará as articulações, músculos, tendões e ligamentos, e pode usar as mãos para manipular as costas, pernas ou braços. Exames complementares, como raios-X e exames laboratoriais, poderão ser necessários.
Quando os resultados chegarem, o osteopata fará um diagnóstico e estabelecerá um plano de tratamento para você.
Para problemas que envolvem os ossos, músculos, tendões, tecidos ou coluna, muitos (mas não todos os) osteopatas utilizam OMTs. Existem duas categorias de procedimentos OMT: diretos e indiretos. Na OMT direta, tecidos com “problemas” ou “tensos” são movidos (pelo osteopata, pela pessoa que está sendo tratada, ou ambos) para as áreas de tensão ou de circulação restrita. Na OMT indireta, o osteopata empurra os tecidos “tensos” para fora da área de restrição do movimento, na direção oposta à resistência do músculo. O osteopata mantém os tecidos nesta posição até que o músculo tenso relaxe.
QUAIS SÃO AS DOENÇAS E CONDIÇÕES RESPONDEM BEM À OSTEOPATIA?
OMTs podem ser eficazes para dores nas costas e pescoço. Na verdade, se sente dor nas costas, você pode conseguir reduzir a quantidade de medicação para dor que você está tomando se receber OMT como parte de sua terapia.
QUE NÃO DEVE SER TRATADO COM OSTEOPATIA?
Você deve evitar a manipulação osteopática se tem um osso quebrado ou luxação, câncer ósseo, infecção óssea ou articular, ligamentos danificados, artrite reumatoide do pescoço ou osteoporose. A manipulação osteopática também não é recomendada para pessoas que recentemente se submeteram à cirurgia articular ou para pessoas que tomam medicamentos anticoagulantes (para diluir o sangue).
EXISTEM RISCOS ASSOCIADOS COM A OSTEOPATIA?
Pouco depois de um tratamento OMT, você pode sentir aumento da dor, leve dor de cabeça ou fadiga. Estes sintomas são temporários, e geralmente desaparecem dentro de um dia. Eventos adversos mais graves de acidente vascular cerebral e lesão medular foram relatados após a manipulação do pescoço; esta complicação é extremamente rara.
Fonte: cuidadosmil